Eles continuam na ativa

Depois da Segunda Guerra Mundial, vencida graças a uma aliança entre os EUA e a URSS, o mundo viveu um outro conflito, de ameaças e expectativas, que graças a muita diplomacia não passou disso: a chamada Guerra Fria. O mundo entrava na famosa Ordem Bipolar, dividido entre os países capitalistas, unidos belicamente pela OTAN, e os países socialistas, semi-unidos pelo Pacto de Varsóvia. Frente à impossiblidade de competição entre os dois modelos político-econômicos, a URSS acabou, o muro de Berlim desabou e muitos acreditavam que as ditaduras socialistas também. Mas algumas ainda resistem ao tempo.
Muitas veteranas na arte de seguir Karl Marx (estão mais pra seguir Stalin) estão tendo que forçadamente se abrir para a economia de mercado, como a China e Cuba, que com a saúde de debilitada de Fidel Castro perde um pouco da força de resistência. Mas uma persiste, isolada do mundo e misteriosa até o último fio de cabelo: a Coreia do Norte. A vizinha do Sul já virou um exemplo de capitalismo, enquanto os do norte continuam sob o comando de um ditador que mantém o país num subdesenvolvimento extremo.
Há alguns meses eles voltaram aos noticiários ao anunciar que lançariam um satélite na atmosfera. Todos sabem que o governo norte-coreano tem domínio de mísseis nucleares, e logo os “donos do mundo” ligaram uma coisa com a outra: eles haviam de testar o lançamento de um foguetaço que poderia alcançar o Alasca. O lançamento foi hoje: segundo o governo do país, um sucesso, segundo o resto do mundo, um fracasso. Acompanhei o desenrolar pela Folha Online. Pedaços do foguete caíram no Mar do Japão, outros no Oceano Pacífico.
O clima até então ficou muito parecido com a história dos mísseis de Cuba (“lança, Cuba lança, quero ver Cuba lançar”, lembra?), mas eu não creio que o fato possa desencadear o conflito em si que esse episódio da Guerra Fria também não causou. Lá havia até mais chance, pois o país caribenho estava amparado pela toda-poderosa União Soviética. Hoje a Coreia está solitária, e nem se fossem eles uma cambada de lunáticos de olhos puxados eles não comprariam briga com as maiores potências do mundo. Deixa eles lançaram uns satelitezinhos de propaganda, vai, seu Obama.
Anúncios
Explore posts in the same categories: Sem categoria

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: