Um pedaço do mundo no caos

A crise econômica é o assunto que domina o noticiário local: desde o fim do ano passado assistimos todos aqueles banqueiros desesperados pois suas fortunas estão indo pelo ralo. Mas podemos ficar tranquilos porque nenhum deles está passando fome hoje. No máximo perderam o direito à lagosta e o caviar.
Toda vez que vejo a entrevista com algum especialista sobre o que é a crise mundial, o tanto que ela está afetando os países, quantos os PIBs vão cair, eu lembro daquele pedaço do mundo que vive sempre em crise, há décadas, séculos. A Folha de S.Paulo divulgou no domingo um levantamento que indica que 15% do mundo hoje passa fome. A esses sim a crise atinge em cheio, e os fazem descer abaixo do fundo do poço.
No dia 27 de abril de 1961, 48 anos atrás, Serra Leoa declarava independência da Inglaterra. Foi uma decisão mais tardia quando comparada aos outros países africanos, mas tem em comum o fato de que o rompimento em nada ajudou na vida do povo, pelo contrário, somente piorou as coisas. Como muitos outros países da África Subsaariana – lá foi o caso mais grave – o país se afundou em guerras civis, constantes golpes militares: um estado de caos iminente. O povo fugia para os países vizinhos, crianças eram recrutadas para pegar em armas, milhares de pessoas tiveram seus membros decepados como “lição” para não desrespeitar as ordens de determinada facção.
Olhando para esse cenário, que hoje está em parte controlado – mas Serra Leoa continua com o menor IDH do mundo, um PIB ínfimo, e a cada mil crianças que nascem, apenas 161 sobreviem – devemos “cerebrar” o que os grandes países, que vêem suas riquezas diminuindo, pensam de tudo isso. É por causa deles que a maior parte da África é o verdadeiro inferno na face da terra. É por causa dos diamantes e outras riquezas que existem no subsolo lá – que eles pagam uma miséria, e esse pouco dinheiro não chega à população, devido à corrupção e outros motivos – que aquele povo tem um sofrimento sem fim, 24h por dia.
O que é a quebra do Lehman Brothers diante de tudo isso? O que é a bancarrota da GM perto da bancarrota dos 6 milhões de serra-leoninos? Podemos comparar os papéis podres que estão nos bancos estadunidenses com as vidas podres que estão em Serra Leoa? Não há comparação amigos, não há. Nem explicação.
Anúncios
Explore posts in the same categories: Política

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: