Ondas do passado e de futuro

Há quem pense que o tempo da rádio já foi: é coisa de nossos avós, coisa de zona rural, coisa de gente iletrada. Puro preconceito.

A rádio nunca esteve tão atual. Crer que a televisão substituiu as ondas de rádio é mostra de um grande desconhecimento em relação à tecnologia: as ondas de Amplitude Moderada chegam muito mais longe que qualquer outra; as de Freqüência Moderada são versáteis e de qualidade. Existe ainda a promessa da rádio digital: dizem que aumentará a potência e a qualidade do sinal. Não podemos esquecer da “radio over ip”, aquela que corre pelas linhas de alta velocidade da Internet, podendo ter tanta variedade de conteúdo quanto possível, por um baixo custo. Por fim, a rádio têm uma vantagem incomparável quanto aos outros meios: não proíbe o ouvinte de continuar seus outros afazeres.

Por esses e outros motivos, a rádio está em pleno amadurecimento, seja pelo radinho de pilha, o CD-player do carro ou o computador. Nem televisão nem jornais têm tanto alcance e tanto potencial assim. Para aproveitá-los, basta criatividade de quem faz e boa vontade de quem ouve.

Anúncios
Explore posts in the same categories: Sem categoria

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: