As Marchas da Superficialidade

Pois os defensores – e potenciais apreciadores – da cannabis estão indignados com a decisão da justiça de São Paulo que proibiu a tal "Marcha do Orégano", da qual já abordei dias atrás aqui. O argumento, utilizado inclusive por um leitor da Folha de S. Paulo que escreveu para o Painel do Leitor, é aquele: já que se persegue as manifestações pró-maconha, por que não se intrometem na "Marcha da Cerveja" que vemos todos os dias na publicidade da televisão?
 
O porquê deles (seja lá a quem se refira) não abordarem esse assunto delicado, eu não sei; mas da minha parte o que posso fazer é não ficar tachado de parcial e conivente com a questão. Não acredito que a maconha seja menos perigosa que o álcool, mas este – por estar ao acesso de todos maiores de idade – certamente mata muito mais. Ah, não estou contabilizando aí as mortes causadas pelo tráfico, que serve à maconha, à cocaína e companhia limitada.
 
Eu não acho que deva se lutar contra a publicidade sedutora e barata feita principalmente pelas produtoras de cerveja; acredito que deva se lutar contra a "marcha do álcool" que está presente na cultura da sociedade. Reparo perfeitamente esse movimento – muito barulhento, mas pouco organizado – principalmente na minha comunidade universitária aqui. Por quê beber é sinal de status? Por quê as pessoas precisam de álcool pra se divertir? Qual o motivo para as bebidas ocuparem lugar de tanto destaque no dia-a-dia desses jovens?
 
Confesso que não sei a origem de toda essa cultura etílica, por isso não me arrisco a responder as perguntas acima, mas a cada dia que vejo pessoas verdadeiramente dependentes da bebida (se não fisicamente, psicologicamente), penso em como as coisas andam superficiais e rasas. Afinal, quando se está bêbado – eu já estive assim – se pensa menos ainda, o raciocínio acaba e se vive externamente, "acima do nível do mar", como dizem alguns por aí. E se o povo já não "cerebra" sóbrio, podem imaginar que o álcool vai totalmente de encontro ao propósito desse blog, que é também o da minha vida.
Anúncios
Explore posts in the same categories: Sem categoria

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: