Haiti, três meses depois

Estou neste momento assistindo o programa "Profissão: Repórter" da TV Globo. Já tive a oportunidade de elogiá-lo em outras ocasiões: é a pérola perdida do jornalismo brasileiro. Mostra como uma equipe de reportagem jovem, bem disposta e bem comandada pode fazer reportagens extremamente mais relevantes que muito jornalista velho, mascado e ultrapassado. Mas hoje eles podem estar apresentando seu melhor assunto de todos os tempos.

Três equipes de reportagem foram enviadas ao Haiti, três meses depois do terremoto que destruiu o país em janeiro. Para quem não lembra, a capital Porto Princípe teve 70% dos seus prédios destruídos. O país já era o mais pobre da América, e acabou se tornando muito pior (se é que é possível). Mas a equipe do Profissão talvez esteja fazendo algo que o jornalismo se esquece frequentemente: retomar assuntos passados.

O que se vê nas imagens das reportagens? O que se esperava. Miséria. Primeiramente, uma frase de Caco Barcellos resume muita coisa: "o terremoto foi há três meses, mas parece que foi hoje". Tudo continua destruído, as ruínas no mesmo lugar, os corpos no mesmo lugar. O povo ainda grita e batalha para conseguir comida. Ainda é escasso uma torneira que despeje água potável. O governo? Como disse um haitiano que fala português: "só pensa em eleição, eleição".

Talvez a política seja a mesma no mundo todo. Talvez o jornalismo que tem Alzheimer seja o mesmo no mundo todo. Mas se percebe que algo também está presente em qualquer lugar e também lá: a alegria e a esperança do povo. Quem sustenta a população numa calamidade que se estende por tanto tempo? Eles mesmos, com sua cultura e sua fé. Quando se observa uma situação tão precária (na alimentação, na saúde, na segurança, na moradia), é magnífico ver como pipas fazem as crianças sorrir.

Parabéns equipe do Profissão: Repórter, pela aula de jornalismo e reportagem. É muito bom tê-los de volta na programação, mesmo que seja só por vinte minutos, às 23h30 de uma terça-feira. Quem puder assistir, não pode perder.

Anúncios
Explore posts in the same categories: Sem categoria

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: