Por que dizem que Dilma já venceu

Ler os jornais nos últimos dias é pedir para ouvir em uníssono a mesma teoria: a candidatura de José Serra está morta, Dilma já venceu as eleições, o cenário é irrevogável. E mais: vencerá ainda no primeiro turno, ganhando em todos os Estados, classes sociais, credos, cores e preferências sexuais. Qual a lógica que seguem estes arautos do futuro? A das pesquisas de intenção de voto. Elas têm grande parcela de credibilidade, até porque são baseadas em métodos científicos (quase todas elas). Mas será mesmo que podemos prever o que irá acontecer nos próximos dois meses com base nelas?
 
Primeiramente quero mostrar um pensamento que não sai aqui da cachola, acerca do número cada vez mais expressivo de eleitores que preferem Dilma (de acordo com a pesquisa que saiu hoje, 49% dos brasileiros): ela ainda não reflete a lógica da maioria dos jornalistas e políticos. Qual era o grande trunfo de Dilma? Contar com o apoio de Lula, o Presidente da República mais bem avaliado da história do país, de acordo com ele mesmo. Mas parem pra pensar: se fosse uma relação de causa e efeito, Dilma deveria estar com quase o dobro de percentual que possui. Por quê? Oras, se alguém aprova alguma coisa, desejará que o fato se perpetue. A mesma pesquisa trouxe a avaliação do governo: 79% de ótimo/bom. Por que nem todos votam em Dilma? "Isso está acontencendo." Veremos.
 
Tenho outra teoria acerca da vantagem de Dilma nas últimas pesquisas: a candidatura dela já nasceu vitoriosa e a de José Serra já nasceu morta. Isso não quer dizer que ela já ganhou, até porque isso só se verá após a apuração das urnas. Essa teoria é dividida em dois fatores: um objetivo e outro subjetivo.
 
O objetivo é político. Dilma conseguiu montar uma coligação com – além do PT – o PMDB, maior partido do país, e partidos médios como PDT, PR, PSB, PC do B, além de outros nanicos. Se a Câmara dos Deputados fosse realmente nossa representação, ou se a eleição fosse indireta, era vitória fácil. Até porque só sobrou para Serra o seu PSDB, o DEM, o PPS e  PTB, além dos minúsculos. Daí surgem várias consequências: o maior tempo de TV de Dilma, o maior número de candidatos regionais a apoiando, a militância dos partidos. Mas isso não explica tudo.
 
Há ainda a questão subjetiva, ou mítica. O meio político e o jornalístico criou – desde que se começou a discutir a sucessão de Lula – a história da transferência de votos do Presidente e sua popularidade, o que acho uma bobagem, como expliquei acima. Mas de tanto isso ser divulgado, criou-se o mito: "Dilma será eleita pois é apoiada por Lula, o popular". E essa ideia é muito bem transmitida por eles próprios, em seus discursos e programas de TV. Consequência disso? O que tenho visto muito por onde vou: a ideia do "voto vencido"; votar em Serra seria inútil, pois com a imensa maioria de brasileiros que apoia Lula, Dilma já é praticamente unanimidade, seria jogar o voto fora. Formou-se então praticamente uma campanha de marketing viral, que deu muito certo.
 
Somando-se a todos esses fatores, há ainda os defeitos da candidatura de Serra, os quais fogem da minha compreensão. Primeiro, a imensa reprovação que o povo brasileiro tem por ele, explicadas por argumentos de "falta de carisma" ou "de beleza". Segundo, a fraqueza do apoio que tem até do próprio partido, a começar pela refugada de Aécio no começo do ano. Parece que o cenário está delimitado? Não está. Tudo se resolve nas urnas, e enquanto houver tempo, fico na resistência: sou daqueles que jogam o voto fora, sigo meu partido, não aprovo Lula e não ligo pra beleza de Serra. Certamente, sou minoria.
Anúncios
Explore posts in the same categories: Política

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: