Os estudantes de hoje e seus representantes

Já estava esquecendo (minha memória anda péssima) de um assunto muitíssimo importante, que vi num telejornal da semana passada e me indignou bastante. Já que vi na TV, vou tentar descrever as imagens da questão: na primeira, uma turma de estudantes secundaristas de algum lugar do país, ornamentados de devidos narizes vermelhos, reclamando da lambança promovida pelo INEP no ENEM deste ano (mais uma!); a outra imagem, que apareceu logo em seguida, é um pouco mais contida: dois rapazes de trajes sociais entregam um papel a outro senhor mais velho, sendo os primeiros os respectivos presidentes da União Brasileira dos Estudantes Secundaristas (UBES) e da União Nacional dos Estudantes (UNE), e o segundo algum reprensentante do MEC. O que eles entregavam? Uma carta de apoio ao órgão do governo.

Não pensem que eu estaria pregando a inimizade ou a desunião entre as pessoas; muito pelo contrário: quero que cada vez mais gente se dê as mãos, se entenda. Só que não parece algo estranho, fazendo-se um paralelo entre as cenas? Na primeira os estudantes secundaristas protestam, gritam, apitam, clamam, choram, reivindicam; na outra o líder da união brasileira desses mesmos estudantes está de mãos dadas com o autor dos problemas que fizeram aqueles jovens irem às ruas. Há algo errado, e isso eu já sabia há muito tempo, desde minha época de representado pela UBES, já que hoje subi ao patamar da UNE, que na prática pode muito bem significar uma queda de nível. Até porque na cena do telejornal os senhores presidentes das entidades só poderiam estar representando eles mesmos, não é?

As associações de estudantes foram sempre – na história do mundo – referência em reclamações sociais, em gritos por mudanças de postura, por iniciativas de vanguarda na situação dos países; é assim pelo espírito da juventude, que pode ter todos seus defeitos, mas têm vitalidade e desejo de mudança naturais de sua idade, e isso é representado no cotidiano de suas vivências, inclusive como cidadãos. Mas há algum tempo – pode-se dizer desde a redemocratização do nosso país – que as uniões de estudantes acalmaram seus gritos. Certo que continuaram a frequentar os grandes centros acadêmicos do país (até porque dos pequenos não passam nem perto) e a criticar uma postura ali, outra aqui. Atuaram no impeachment de Collor. Criticavam o governo FHC. Mas depois da ascensão de Lula ao poder, eles se tornaram cães domesticados, que não só calaram, mas apoiaram as medidas do governo, inclusive essa do ENEM.

Então pergunto: a UNE reflete as posturas dos jovens de hoje ou são esses jovens que estão de mãos atadas pelas políticas apadrinhadas da UNE? Acredito que os dois. Sei que a juventude de hoje possui uma inédita falta de interesse em relação a todas as coisas que dizem respeito a viver em sociedade, em comunidade e em individualidade. Falta-nos um norte ético, um espírito de curiosidade, um senso de justiça, um sonho a almejar. Mas existem exceções, e são elas que deveriam estar combatendo nas instituições. E não estão. São elas, porém, as responsáveis pelo congelamento do espírito político dentro da universidade: a UNE bloqueia os grandes DCEs, que bloqueiam os CAs, que bloqueiam os estudantes. São totos aparelhados pelos  “das esquerda”, que não conseguem aceitar outra verdade a não ser a deles.

Sei que isso não é de hoje, mas é cada vez mais difícil discordar do velho e empoeirado discurso marxista numa universidade pública. E isso é uma fatalidade muito grande: onde poderia surgir um movimento de renovação na nossa sociedade, onde o diálogo deveria estar mais aberto e disposto, onde existe disponibilidade para lutar por um futuro melhor, o que se vê são as teias de aranha de um pensamento ultrapassado, paralisante e inútil. Abastecido por dinheiro do governo (seu) e cigarros que não são vendidos por aí.

Anúncios
Explore posts in the same categories: Viagens

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: