Há como fazer comunidade nos dias de hoje?

Uma sociedade conectada, mas solitária; essa pode ser uma descrição da atual civilização humana, que tanto avançou no desenvolvimento das tecnologias da comunicação mas recuou no verdadeiro sentido da troca de experiências e vivências que é fundamentalmente necessidade e característica da nossa espécie. Quem vive sozinho? Ninguém. O mundo oferece na atualidade uma série de artifícios para rebater a solidão: televisão, internet, rádio, livros, jornais. Mas e o contato rosto a rosto, sentindo o calor e a presença real da outra pessoa? Pode ser deixado de lado? Um dia será desnecessário? Creio que não. Na Semana de Oração pela Unidade dos Cristãos, talvez a Igreja toque num dos pontos mais difíceis para os seus fieis atualmente: como criar uma verdadeira comunidade num mundo atomizado como o atual. O papa Bento XVI traz a receita na Audiência Geral de hoje, retirada dos Atos dos Apóstolos.

 

PAPA BENTO XVI

AUDIÊNCIA GERAL

Sala Paulo VI
Quarta-feira, 19 de Janeiro de 2011

Semana de Oração pela Unidade dos Cristãos

Queridos irmãos e irmãs,

Estamos celebrando a Semana de Oração pela Unidade dos Cristãos, cujo tema, neste ano, refere-se à experiência da primeira comunidade cristã, descrita nos Atos dos Apóstolos: “Eles eram perseverantes em ouvir o ensinamento dos apóstolos, na comunhão fraterna, na fração do pão e nas orações” (At 2, 42). Aqui encontramos quatro características que definem a primeira comunidade e que constituem uma sólida base para a construção da unidade visível da Igreja: “Escutar o ensinamento dos apóstolos”, ou seja, o testemunho da missão, vida, morte e ressurreição do Senhor; “a comunhão fraterna”, isto é, dividir os próprios bens, materiais e espirituais; “a fração do pão” – a eucaristia – o ápice da nossa união com Deus e que representa a plenitude da unidade; e, finalmente, “a oração”, que deve ser a atitude constante dos discípulos de Cristo. Com efeito, o caminho para a construção da unidade entre os cristãos deve manter no centro a oração: isso nos lembra que a unidade não é um simples fruto da ação humana, mas é, acima de tudo, um dom de Deus.

© Copyright 2011 – Libreria Editrice Vaticana

Fonte: http://www.vatican.va

Anúncios
Explore posts in the same categories: Religião, Viagens

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: