Lições para ser santo

Que boa coincidência! Na audiência geral de hoje, o papa faz sua catequese baseado na pessoa de São Francisco de Sales, bispo e doutor da Igreja, cuja festa foi celebrada no dia 24 de janeiro. Acontece que desde então eu estou lendo um de seus livros: “Introdução à Vida Devota”; com esse estudo, São Francisco saiu da zona da minha ignorância acerca de muitos santos da Igreja para um dos meus preferidos. Um de seus ensinamentos que mais me marcou até agora: a devoção – ou santidade – é algo que acontece aos poucos, na constância e firmeza de vida das pessoas. Eventos de conversão extraordinária, como o de São Paulo, são especiais; nós temos de nos converter todos os dias, sempre mais. Outro destaque de sua obra é a didática para se ensinar a ter fé; hoje, com o avanço do pentecostalismo por aí, se pensa muito a fé como sentimento, mas fé é entendimento também! E força de vontade, principalmente. São coisas que nos mostram o interessantíssimo São Francisco de Sales.

 

PAPA BENTO XVI

AUDIÊNCIA GERAL

Sala Paulo VI
Quarta-feira, 2 de Março de 2011 
 

São Francisco de Sales

Queridos irmãos e irmãs,

São Francisco de Sales, bispo e doutor da Igreja, é uma testemunha exemplar do humanismo cristão, cujos ensinamentos influenciaram muitos caminhos espirituais e pedagógicos do nosso tempo. Nascido em 1567, passou na juventude por uma crise espiritual que o levou a interrogar-se sobre a própria salvação eterna. Somente encontrou a paz na contemplação da realidade radical e libertadora do amor de Deus: amar-Lhe sem pedir nada em troca e confiar no amor divino. Tal foi o segredo da sua vida. Esta se caracterizou por um incansável apostolado, pela pregação, escritos e, sobretudo, pela sua direção de almas, dentre as quais se destaca Santa Joana Francisca de Chantal, fundadora com ele da Ordem da Visitação. Suas principais obras são “Introdução à vida devota” e “Tratado do Amor de Deus”. Nelas o nosso Santo dirige a todas as pessoas o convite a serem completamente de Deus, mesmo vivendo no meio do mundo, pelo amoroso cumprimento dos deveres do próprio estado de vida: trata-se daquela consagração das coisas temporais e santificação do quotidiano que, quatro séculos mais tarde, afirmaria insistentemente o Concílio Vaticano II.

* * *

Queridos amigos vindos dos países de língua portuguesa, sede bem-vindos! São Francisco de Sales lembra que cada ser humano traz inscrita no íntimo de si a nostalgia de Deus. Possais todos dar-vos conta dela e por ela orientar as vossas vidas, pois só em Deus encontrareis a verdadeira alegria e a realização plena. Para tal, dou-vos a minha bênção. Ide em paz!

 © Copyright 2011 – Libreria Editrice Vaticana

Anúncios
Explore posts in the same categories: Religião

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: