Dias assim; outros assim-assim…

Pela primeira vez, vou publicar nesse canal Poemas & Poesias um texto meu. Sendo de minha autoria, não vou ficar explicando-o muito aqui; só digo que gosto de poesia – em determinados momentos – pois ela consegue resumir em uns pares de linhas uma semana de raciocínio acerca de um tema. É a condensação de sentimentos, e – se o poeta é bom – acaba conseguindo passar mais sentimento do que numa prosa de várias páginas. Não é o meu caso. Pena que poesia não se escolhe quando sai; ela tem vida própria, como diria um poeta por aí. Nesse sonetinho branco e sem métrica de hoje, tentei encarar de frente o fato de nunca amanhecermos igual – pelo menos não por muito tempo. “Cada dia basta a sua preocupação”, diria o Senhor.

Cotidiano

Pensava eu esses dias
na montanha-russa da vida
acordamos dias felizes
outros querendo o nada.

Pensei se isso não é como
o cotidiano da natureza
onde muitos dias de sol
gerariam só pó e secura;

São necessários os dias
de chuva, céu cinzento
pro sol voltar raiando sempre forte.

Penso então no nosso caso
sabendo quem é nosso Sol
será a santidade um eterno verão da alma?

Anúncios
Explore posts in the same categories: Lazer, Religião, Viagens

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: