Por que o leão não reza?

Qual a diferença entre um homem e um pé de alface? Racionalidade? Não: o homem se move, o pé de alface não. E por que essa diferença? Responderíamos: pois a alface tem a comida ao alcance das mãos, ou melhor, das raízes, e o homem tem de ir atrás de seu alimento. Se esse é o problema, está resolvido: criamos a agricultura, que nos tornou sedentários, no bom e no mal sentido. Mas o ser humano – mesmo com essa revolução de cultivo – não se tornou totalmente sedentário. Pensem num leão, que aprendesse a plantar: ele – mais especificamente a leoa – só move aquele traseiro felino para ir atrás de sua caça e trazê-la aos filhotes; sabendo cultivar umas galinhas, certamente aproveitaria a vida tomando sol, lambendo os pelos e criando filhotes. Existe muito homem e mulher por aí que passa a vida nas mesmas atividades: tomando sol (ficando até parecido com a alface já citada), cuidando da pelagem e dos filhos. Mas não todos.

Volta e meia o ser humano é tomado por questões, questionamentos acerca de sua vida. Comer e dormir não é suficiente para nós; necessitamos criar atividades, que certamente para um leão não fazem sentido algum (nenhum animal é capaz de entender o que é uma televisão, por exemplo). Então a sedentarização do ser humano acabou se tornando apenas o começo de uma longa história de nossa espécie: foram as grandes invenções (máquina a vapor, eletricidade, imprensa, informática) que marcaram nossa existência. Em palavras mais bonitas, podemos dizer que isso tudo demonstra o caráter transcendental do ser humano: a necessidade de ir além dele mesmo, tanto na técnica quanto nos relacionamentos (já repararam no “círculo de amizades” do leão?). Quem crê sabe que o homem passa sua vida toda procurando se completar nessa necessidade de sair de si, e muitas vezes acaba encontrando falsas respostas (drogas e outros vícios); mas alguns tentam e conseguem encontrar aquilo que é invisível, mas que nos dá o complemento como nenhum outro: Deus e seu Amor. Diz o Santo Padre hoje que é isso que a oração representa: a necessidade de Deus na história do homem. Rezarei para que todos nós encontremos isso sempre. Amém.

PAPA BENTO XVI

AUDIÊNCIA GERAL

Praça de São Pedro
Quarta-feira, 11 de Maio de 2011

Queridos irmãos e irmãs,

Dando continuidade à reflexão sobre a oração, iniciada na semana passada, lembro que o homem é um ser religioso por natureza. Ele sente necessidade de sair de si mesmo ao encontro d’Aquele que é capaz de plenificar a grandeza e a profundidade do seu desejo: o homem tem em si o desejo de Deus. E, o homem sabe que pode dirigir-se a Deus, sabe que Lhe pode rezar. São Tomás de Aquino define a oração como «expressão do desejo que o homem tem de Deus». Esta atração, que o próprio Deus colocou no homem, é a alma da oração que depois se reveste de muitas formas e modalidades. Na dinâmica desta relação com Deus que dá sentido à existência, a oração tem uma das típicas expressões no gesto de ajoelhar, declarando ter necessidade d’Ele. Assim, a oração, que é abertura e elevação do coração a Deus, se torna relação pessoal com Aquele que nunca se esquece do homem, tomando Deus a iniciativa de chamá-lo ao misterioso encontro da oração.

* * *

Amados peregrinos de língua portuguesa, sede bem-vindos! A todos saúdo com grande afeto e alegria, particularmente aos fiéis brasileiros vindos das paróquias em Goiânia e Teresópolis, e aos grupos da Família Franciscana e de Schoenstatt. Aprendei a reconhecer no vosso íntimo a voz de Deus que, na oração, chama à profundidade da vossa existência, à fonte da vida e da salvação. Que Ele vos abençoe a vós e as vossas famílias!

© Copyright 2011 – Libreria Editrice Vaticana

Fonte: http://www.vatican.va/holy_father/benedict_xvi/audiences/2011/documents/hf_ben-xvi_aud_20110511_po.html

Anúncios
Explore posts in the same categories: Religião

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: