Login: Jesus Cristo / Senha: Rei do Universo

A Mensagem do Papa Bento XVI para o 45º Dia Mundial das Comunicações Sociais traz o tema: “Verdade, Anúncio e Autenticidade de Vida, na era digital”. Baseado nessas três características, o Santo Padre exorta para que as novas tecnologias – principalmente a Internet – sejam utilizadas para uma vivência cristã por parte dos usuários.

Como isso é possível, ao pensarmos que a Internet muitas vezes é dominada por mensagens inúteis, efêmeras, pelo papo-furado ou até mesmo por um neo-sincretismo religioso? Não seria a rede lugar apenas de correntes supersticiosas, sites de fofoca e redes sociais onde fazemos “amigos” que não conhecemos? Caberia Cristo aí?

Gostaria de unir esta reflexão a uma passagem do Evangelho de João: o encontro de Jesus com a samaritana, no poço de Jacó. Há ali uma separação explícita entre os judeus e samaritanos, como água e óleo. E é Jesus que quer quebrá-la, transformá-la; o Mestre deseja também se inserir naquela realidade da Samaria. Ele deseja estar no mundo todo!

Depois de um diálogo ríspido, a samaritana acaba compreendendo o centro da mensagem, mostrado sem rodeios por Jesus quando diz: “Se tu conheceras o Dom de Deus e quem é o que te diz ‘Dá-me de beber’, tu certamente lhe pediras, e ele te daria da água viva” (Jo 4,10).

A mulher acaba por compreender esta Verdade, que Ele é a Água Viva que tudo cria, regenera e torna pleno; ela também não guarda isso pra si, mas tem a necessidade de ir à cidade e fazer o Anúncio do Messias que encontrara; ela, contudo, não nega a Autenticidade que lhe era própria, ou seja, não deixa de ser samaritana, com seus costumes e seu espaço de terra.

Na Samaria-Sem-Lei que é a Internet, também é assim. Jesus deseja estar lá, pois lá também existem pessoas, muitas delas necessitando de uma “Água Viva”, um bálsamo pra suas vidas.  E como deve ser a nossa postura, como cristãos? Não podemos agir como aquela mulher, que demora em crer que na sua terra também o Messias haveria de reinar.

O cristianismo é a religião do mundo que melhor se adequa às mais variadas cultura do homem. E isto só é possível pela proposta de Jesus, que é água que dá vida, e deseja que nós demos vida também onde vivemos. Cristão em qualquer parte e situação do mundo deve ser reconhecido pelo mesmo sinal: amor-doação, sem medo do que é oposto a isto.

É claro que onde Jesus não cabe, os caminhos devem ser planificados para Ele. Este é o serviço da Igreja em toda a sua história: tentar arranjar o mundo para que Cristo nele reine. E ela só consegue ter eficácia nisso quando conta com todos: clero, religiosos e leigos. Tantos são aqueles que deram suas próprias vidas por esta causa!

Penso então que não uma é opção do cristão assumir sua vocação na Internet, como em qualquer situação do mundo. Já que ela também é sedenta da Água Viva: Verdade que deve ser anunciada com toda a autenticidade desse novo espaço.

Anúncios
Explore posts in the same categories: Lazer, Religião

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: