Verdadeiros Valores

Eis que me apresento: sou eu
caçador de relíquias impagáveis.
Quero os tesouros inimagináveis
que valham a pena de se dizer que se viveu.
Quero sentir o que já ninguém sentia;
quero verdade, e não bijuteria.

Já não mais me apaixono por aquilo
que parece valioso, mas não o é.
Só a rara pérola que vem com a maré
que me seduz com seu divino estilo.
Quero ouvir o que já ninguém ouvia;
quero verdade, e não bijuteria.

E se necessário for vender isto tudo,
faço, por saber o verdadeiro valor
do tesouro enterrado, meu penhor,
que vale mais do que qualquer valor do mundo.
Quero ver o que mais ninguém O via,
e não me traga a velha bijuteria.

Anúncios
Explore posts in the same categories: Religião, Viagens

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: