A compreensão vem do coração

Naqueles dias, a rainha de Sabá, tendo ouvido falar – para a glória do Senhor – da fama de Salomão, veio prová-lo com enigmas. Chegou a Jerusalém com numerosa comitiva, com camelos carregados de aromas, e enorme quantidade de ouro e pedras preciosas. Apresentou-se ao rei Salomão e expôs-lhe tudo o que tinha em seu pensamento. Salomão soube responder a todas as suas perguntas: para ele nada houve tão obsucro que não pudesse esclarecer. Quando a rainha de Sabá viu toda a sabedoria de Salomão, a casa que tinha construído, os manjares de sua mesa, os cortesãos sentados em ordem à mesa, as diversas classes dos que o serviam e suas vestes, os copeiros, os holocaustos que ele oferecia no templo do Senhor, ficou pasmada e disse ao rei: “Realmente era verdade o que eu ouvi no meu país a respeito de tuas palavras e de tua sabedoria!” – 1º Livro dos Reis, capítulo 10, versículos 1-6

Salomão é o rei mais poderoso e virtuoso da história do povo de Israel, que levou a cabo a iniciativa de seu pai, Davi, no comando daquele povo humilde e pequenino do antigo Oriente Médio. Por mais ou menos exatos que sejam estes relatos em comparação com a história verdadeira desse povo (que em se tratando de colaboração técnica e política não foi referência na Antiguidade), é interessante acompanhar essas narrativas, principalmente pelo fato de que, por mais elementos estranhos que contenham, são extremamente plausíveis. E por sua realidade – por serem relatos de grandes homens, mas que expõem suas imperfeições, crimes e confusões, dando inveja a muito historiador moderno – possuem muitos ensinamentos que podemos trazer para a nossa vida atual.

Reparem como essa história passa longe de ser regular, um conto de fadas: Salomão não era o primogênito de Davi, até porque este não havia tido filhos com uma mulher só; Salomão herda o trono por ser o único filho que não se revolta contra o pai, não deseja ursupá-lo o trono ou matá-lo, conforme fez – por exemplo – Absalão, numa das histórias mais “casos de família” da Bíblia. Duma confusão dessas, o jovem Salomão ascende ao trono, e lá recebe de Deus a possibilidade de fazer um pedido (algo que não é uma regalia do trono real, mas que Deus nos permite a todo momento). O menino pede: “Dá, pois, a teu servo, um coração compreensivo, capaz de governar o teu povo e de discernir entre o bem e o mal.” (3,9a) É um pedido que agrada a Deus, como não poderia deixar de ser.

E Salomão é atendido, tendo ficado para a história como um dos governantes mais sábios e justos do mundo. Sua sabedoria e discernimento se refletem em todos os aspectos da sua vida: na maneira como governa, nas obras que realiza, na fama que propaga. E o evento relatado acima, da visita da rainha de Sabá (atual Iêmen), mostra o que é um coração realmente compreensivo: que acolhe o estrangeiro, o diferente; que escuta suas requisições e ouve suas diferenças; que dialoga de maneira tranquila e busca solucionar as diferenças; que o recebe em sua intimidade com carinho e respeito.

Desse modo, Salomão demonstra toda sua sabedoria, que consistia em ver o outro ser humano como um homem, além de todas as suas características que o diferenciem de si. Não é à toa que o período de seu reinado foi de paz e o último onde Israel e Judá formavam um só povo. Tudo bem que depois sua tolerância se confunde com sincretismo, permissividade e perda de controle, mas isto é assunto pra outro texto. Fica hoje o exemplo do coração justo e compreensivo de Salomão: um prelúdio do entendimento cristão do homem: um ser que busca a felicidade e a salvação, para além de seus defeitos e pecados. Um ser que deve ser respeitado, protegido e servido por seus semelhantes.

Anúncios
Explore posts in the same categories: Religião, Viagens

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: