Mais uma vez, são elas que padecem

Já são mais de 120 crianças mortas no conflito Israel x Hamas, na Faixa de Gaza. Enquanto o grupo islâmico não se esforça minimamente para defender seu povo – ao contrário, o utiliza como escudo humano – o exército de Israel também esbanja imperícia destruindo o que encontra pelo caminho. Quase 1/5 das vítimas são menores de idade.

São as mesmas vítimas das guerras na Iugoslávia, onde crianças bósnias eram utilizadas como mini-soldados. Também na Europa ocidental, os conflitos étnicos, libertários ou religiosos sempre colocaram os pequenos no fogo-cruzado, como tratou a banda The Cranberries na música “Zombie”. A UNICEF já denunciou os casos, mas nesses momentos a comunidade internacional mostra sua impotência diante de tal barbárie.

As crianças mortas em conflitos mostram explicitamente que, além das desculpas políticas, guerras são sempre o que são: o mais baixo nível que o homem pode chegar. Unamos nossas orações ao do Santo Padre pelo restabelecimento de uma paz duradoura na Terra Santa, e cuidemos de nossas crianças lembrando de tantas que não tem a oportunidade nem de ir à escola sem cruzar com tiros de fuzis e foguetes desgovernados.

Anúncios
Explore posts in the same categories: Política

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: