Enfim a guerra contra os cristãos veio à tona

Há muitos anos que eu e mais alguns amigos alertamos (junto com a Santa Sé), sobre o sofrimento que vivem alguns cristãos ao redor do mundo por causa de sua fé. Acompanhei com preocupação e dei publicidade aos irmãos coptas do Egito, quando da queda de Hosni Mubarak. Foi uma matança. Alertei para a ação do Boku Haram na Nigéria. Outra chacina. Agora, o ISIS (Estado Islâmico do Iraque e da Síria) proporciona outra catástrofe humanitária.

O próprio Papa Francisco, num ato de coragem, denunciou que talvez a atualidade seja o período da história onde mais cristãos são mortos, ganhando inclusive das implacáveis perseguições do Império Romano pré-cristão. Faz tempo que era necessário fazer alguma coisa.

Uma pena que ideologias-de-um-olho-só fizeram com que este assunto fosse tema proibido em jornais e revistas mundo afora. Somente agora, com o crescimento da loucura do ISIS (e com a morte de curdos, cristãos e outras minorias pelo radicalismo islâmico) que a questão passou a ser levada a sério.

Os Estados Unidos da América resolveram entrar numa ofensiva contra o ISIS. Muitos vêem como intrometimento americano em assuntos de terceiros. Muitos condenam, colocando, junto à ofensiva israelense, como exemplo do Imperialismo norte-americano. A ideologia não vê vidas, vê estatísticas. A ideologia não vê pessoas, vê bandeiras. A ideologia só vê genocídios a seu favor.

 Abaixo a ideologia! “A verdade vos libertará!” (Jo 8,32)

Anúncios
Explore posts in the same categories: Política, Religião

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: